Guia para uma Rotina Sustentável

Guia para uma Rotina Sustentável
Fotografia de Bluewater Sweden / Unsplash

No mês de Julho assinala-se a iniciativa “Julho Sem Plástico” (do original Plastic Free July) num esforço global para a sensibilização da fundamental importância na redução do plástico consumido por todos, em particular do plástico descartável.

Todos os que nos acompanham à algum tempo conhecem a nossa opinião sobre estas datas temáticas. Consideramos que são positivas, pois o conhecimento e a sensibilização para temas de grande importância, nunca é demais, contudo também consideramos que podem ser instigadoras de objetivos irrefletidos, demasiado ambiciosos, e que não se mantêm após a campanha.

Assim, somos apologistas de que cada um deve adotar o maior número de atitudes sustentáveis que estiver ao seu alcance, consoante o seu estilo e condição de vida, para que as mudanças implementadas sejam sustentadas e mantidas no tempo.

Desta forma, neste “mês sem plástico” fazemos reforço da nossa missão, auxiliar todos a cumprir uma rotina mais sustentável, com um guia, que pretende simular o que poderá ser para muitos o dia-a-dia, com escolhas respeitadoras do ambiente.

Evanescence
Fotografia de Matthew Tkocz / Unsplash

Higiene

O dia começa quando nos levantamos e preparamos para as nossas tarefas, pelo que a rotina de higiene e cosmética não pode ser ignorada neste guia.

Em boa verdade, iniciamos o dia com lavagens, passamos o dia a higienizar as mãos e terminamos o dia com mais higiene. O volume de substâncias que enxaguamos é negativamente impactante no ambiente e a solução passa por substituir os produtos de higiene e cosmética por soluções naturais e biodegradáveis.

Aconselhamos que esta substituição se cumpra aos poucos, de modo a evitar desgaste por uma adaptação não imediata que se tornará desmotivadora, e dando prioridade a opções que possam ser utilizadas por todos os membros da família, reduzindo assim a variedade, e consequentemente, a pegada ecológica das suas compras.

É também fundamental não esquecer que durante todas as rotinas de higiene a poupança de água não pode ser ignorada. Sugerimos a utilização de baldes, para evitar desperdício de água enquanto a mesma aquece, desligar as torneiras quando a água a correr não é necessária, e reduzir o tempo dos duches para 3 minutos. Para mais dicas sobre poupança de água visite: Dia Mundial da Água: Dicas para Poupar.

Plant-based meal prep
Fotografia de Ella Olsson / Unsplash

Alimentação

Rotina de higiene cumprida segue-se o pequeno-almoço e/ou a preparação de marmita para levar. Esta é sem dúvida a melhor forma de poupar o ambiente.

Cozinhando em casa temos total controlo das compras que realizamos, do tipo de alimentos que adquirimos e do plano de refeições que elaboramos, proporcionando uma alimentação saudável e simultaneamente sustentável para todos.

Uma marmita sustentável deve evitar alimentos embalados em plástico (como bolachas, barritas ou outros) e bebidas embaladas. Deve dar-se preferência a: fruta; comida e sandes caseiras; snacks a granel, como por exemplo frutos secos; sobremesas transportáveis, como a gelatina; e bebidas pré-preparadas e transportadas em garrafas reutilizáveis, como sejam os chás, o café e até sumos naturais.

A preparação destas marmitas, principalmente com artigos que sejam do agrado de todos, serão um ótimo incentivo a uma alimentação saudável, sustentável e um impulsionador de poupança económica, pois se tivermos connosco alimentos que temos vontade de comer, menos iremos procurar adquirir fora.

Teacup and laptop
Fotografia de Adeolu Eletu / Unsplash

No trabalho

Nos locais de trabalho também é possível manter uma rotina sustentável, apesar de nem tudo estar sobre o nosso controlo.

É sempre possível: poupar no papel utilizado; desligar luzes e abrir estores para iluminar o espaço com luz natural; desligar o ar condicionado e abrir uma janela ou programar o ar condicionado para uma temperatura amena e termóstato ativo; poupar na água e no papel consumido na instalação sanitária; recusar copos e acessórios descartáveis aquando das pausas para bebidas; realizar a reciclagem de todos os materiais utilizados, são alguns dos exemplos que podem ser adaptados a todas as realidades.

Seja qual for a atividade realizada é sempre possível ser respeitador do ambiente e sensibilizar outros para o mesmo comportamento. Se considera que no seu local de trabalho podiam ser adaptadas mais soluções com vista à sustentabilidade proponha à sua chefia isso mesmo, mesmo que para provar a sua importância ou facilidade necessite de colocar mãos à obra.

Para mais sugestões sobre locais de trabalho visite: Dicas para uma Rotina de Trabalho Sustentável e Dicas para Tornar a Sua Empresa Mais Sustentável.

bread
Fotografia de Yeh Xintong / Unsplash

Nas compras

Ao regressar a casa não é incomum o aproveitamento da deslocação para realizar algumas compras, pelo que deixamos algumas sugestões.

Se esta rotina é uma possibilidade para si, quando sair de casa leve consigo sacos reutilizáveis grandes e pequenos, assim não necessitará de adquirir mais nenhum. Se se esqueceu dos sacos, não desespere, aquando das compras utilize apenas um saco e vá pesando os alimentos separados e colando as etiquetas no mesmo saco até estar cheio. Na caixa informe o colaborador da loja das várias etiquetas, verificará que ninguém levantará qualquer objeção.

Aquando das compras dê preferência a alimentos portugueses, se possível biológicos, e disponíveis sem embalagem ou em quantidade com embalagem reciclável. Evite todas as embalagens que pareçam frágeis, pois é grande a probabilidade de a mesma não ser reciclável exatamente por essa mesma constituição. Este princípio deve ser aplicado com todo o tipo de material, não apenas com o plástico.

Compre apenas o que sabe que vai utilizar ou tem hipótese de preservar para uso futuro. Não sucumba à oportunidade de promoções sem ter um plano definido.

Sobre o tema das compras conheça ainda as publicações passadas: Garanta que as Suas Compras São Sustentáveis e Dicas para Poupar nas Compras do Dia-a-Dia.

This African-American mother was shown in the process of teaching her young son how to properly wash his hands at their kitchen sink, briskly rubbing his soapy hands together under fresh running tap water, in order to remove germs, and contaminants, thereby, reducing the spread of pathogens, and the ingestion of environmental chemicals or toxins. Children are taught to recite the Happy Birthday song, during hand washing, allotting enough time to completely clean their hands.
Fotografia de CDC / Unsplash

Em casa

Após o trabalho o dia continua e a nossa pegada ecológica também, mas é sempre possível ser mais sustentável seja qual for a rotina que cumpra.

A poupança de água já mencionada, a poupança de energia (eletricidade e gás), a prevenção do desperdício alimentar e a redução drástica de resíduos produzidos são fundamentais em todas as tarefas que realizamos para reduzirmos o nosso impacto.

Atualmente damos como garantida uma condição de vida com água, energia e alimento disponível, pois todas elas nos cheguem quase sem esforço (à exceção do seu preço), contudo as mesmas não são ilimitadas e devem ser respeitadas e poupadas. Esta forma de viver é não só mais sustentável como mais económica e tende também a ser mais saudável, pois quando nos preocupamos com o que compramos e consumimos, acabamos por escolher qualidade em vez de quantidade.

Viver com menos, mas melhor é possível e mais sustentável.

This picture was taken on my last night in Leuven before I went home for the summer. I was enjoying the sunset in the city centre when someone on a bike passed me and caught a glimpse of the sunset too. He also stopped to take a picture, but I think mine came out great with him as the subject. Thank you, random biker!
Fotografia de Tobias Cornille / Unsplash

Somos da opinião que todos temos um verdadeiro impacto no ambiente com as nossas escolhas. Tudo o que fazemos diariamente pode ser facilmente adaptado para reduzir o consumo dos mais variados recursos naturais deste planeta e os resíduos que produzimos, sejam eles orgânicos, recicláveis ou nenhum.

A redução deve ser genérica e efetiva. Não devemos preocupar-nos apenas com um material, como o plástico, pois todos eles carregam o seu impacto, e já existem estudos que indicam que as florestas não estão a aguentar a pressão da substituição do plástico por papel. Esse não é caminho.

O caminho passa por compreendermos que conseguimos manter um estilo de vida semelhante, ou até melhor!, com menos. Implementar mais reutilização, mais criatividade e deixarmos de lado preconceitos de uma sociedade ultrapassada, na qual o antigo, o reutilizado e o simples são sinónimos de uma condição de vida inferior. Desafiamos todos a serem superiores a essa ideia.

É possível ter uma melhor qualidade de vida respeitando este belo lugar onde vivemos, mas todos precisamos de deixar de lado a preguiça e começar. Um passo de cada vez, mas de manutenção consistente e com aprendizagem e melhoria constante.

Estamos juntos a descobrir este caminho, sempre com perseverança e esperança num futuro melhor para todos.

Não deixe de visitar a nossa Loja Online e conhecer todos os artigos artesanais e sustentáveis maioritariamente portugueses que temos à disposição para auxiliar à criação e manutenção de uma rotina simples e respeitadora do ambiente.

Murta Atitude Natural

Murta Atitude Natural

Microempresa portuguesa dedicada à promoção de um estilo de vida sustentável valorizando o que de melhor se faz no nosso país. Com novidades regulares no Blog e Loja Online. Esperamos por vocês!